Vai um Queijo Minas?

Achei uma matéria animadora sobre valorização de produto local. Ela fala do Queijo Minas. Veja abaixo:

MG – Programa Queijo Minas Artesanal é referência no Sul do país
Belo Horizonte – Os bons resultados do Programa Queijo Minas Artesanal, da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater-MG), anda atraindo a atenção de extensionistas rurais de outros estados do país. 

 

Uma equipe de oito técnicos da Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri) encerra nesta sexta-feira (31) uma visita ao Estado, com a finalidade de conhecer mais de perto as ações do programa da empresa pública mineira e a produção de um dos produtos mais típicos do estado mineiro: o queijo Minas.

 

“Esta visita é muito importante, pois estamos divulgando o programa fora de Minas e contribuindo para fortalecer no Brasil, a melhoria da produção de queijos artesanais de leite cru”, comemora o coordenador técnico estadual do Queijo Minas Artesanal , Albany Árcega. O coordenador técnico estadual acompanhou o grupo catarinense em visitas feitas nos municípios de São Roque, Medeiros, Rio Paranaíba, e Carmo do Paranaíba, para conhecer queijarias e produtores.

 

A intenção do grupo catarinense é implantar algo semelhante em Santa Catarina. Como o trabalho da Emater-MG é pioneiro no país, os técnicos vieram conhecer de perto a experiência mineira, saber mais da legislação vigente e visitar as regiões produtoras. “Viemos conhecer o projeto da Emater Minas pela tradição de produção de queijos que tem o Estado”, admite Ulisses Arruda, coordenador do Projeto Queijo Artesanal Serrano, da Epagri.

 

O Programa Queijo Minas Artesanal tem como foco a melhoria da qualidade do queijo Minas fabricado artesanalmente no Estado, por meio de ações de capacitação dos produtores, estímulo às boas práticas agropecuárias e de fabricação, além do incentivo ao cadastramento no Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA). “O cadastramento no IMA significa que o produto está apto a ser comercializado no estado”, explica Albany.

 

Ao todo, segundo o coordenador estadual, 109 produtores já tiveram seus produtos cadastrados no IMA. A iniciativa, segundo Albany está presente em 46 municípios das regiões de Araxá, Canastra, Cerrado e Serro, tradicionais redutos do queijo Minas Artesanal. E a meta da Emater-MG é orientar nessa direção cerca de 240 produtores rurais por mês.

 

Para o presidente da Emater-MG, José Silva Soares, um dos grandes méritos do Programa Queijo Minas Artesanal é atuar no aprimoramento de um dos principais produtos da cultura mineira, contribuindo para agregar valor e segurança alimentar. “Preocupamos em preservar o que foi passado de geração a geração, mas ao mesmo tempo garantir segurança alimentar a um produto, que é feito de leite cru. Queremos garantir qualidade e assegurar mercados”, enfatiza.

 

Exemplo

O produtor Luciano Carvalho Machado, da Chácara Esperança, no município de Medeiros, sempre se dedicou a produção de queijo. Apesar disso, ele sentia “a necessidade de melhorar a qualidade do queijo e agregar valor ao produto”. Foi quando, ele e mais cerca de vinte produtores se uniram e formaram a Associação dos Produtores de Queijo de Medeiros (Aprocame), na região da Canastra.

 

Em 2002, com a criação do Programa Queijo Minas Artesanal da Emater-MG, os associados procuraram a empresa para saber mais das condições necessárias para que o queijo fosse cadastrado e vendido legalmente. “A adequação começou desde o curral até as queijarias. Fizemos exames, vacinação do gado, ajeitamos o curral para deixá-lo em produzir o leite. Também participamos de curso dado pela Emater de boas práticas de fabricação. Em 2005 conseguimos a legalização do IMA”, relembra Luciano Carvalho.

 

Hoje, o presidente da Aprocame fala que a diferença fundamental é a melhoria nas condições de vida dos associados e a consciência tranquila de produzir um alimento com qualidade. Devido ao modo artesanal de fazer, em sua propriedade por exemplo, a fabricação de queijo tem priorizado a estabilidade da produção. “Se aumenta muito a quantidade, se perde na qualidade”, ensina. Segundo Luciano, o preço do queijo cadastrado é até 10% maior que o não cadastrado.

 

Fonte: Governo de Minas Gerais

Anúncios

Sobre ravibellardi

English EcoDesign Master student in PoliTo - Politecnico di Torino - Turin, Italy. In a double-degree agreement between PoliTo and the University of Minas Gerais, Brazil. In Brazil, took part in projects like "Design e integração competitiva do território - Estrada Real". This project is a government initiative in order to use the Design approach in order to bring value regarding specific aspects of the State of Minas Gerais in Brazil. The territory context is the Estrada Real. Also worked in the University of Minas Gerais' Research Center of Theory, Culture and Design in projects related to the use of Design in cultural aspects of the State of Minas Gerais aiming to enhance products related to the Food Sector. Portugês Graduando no curso Master em EcoDesign pelo Politécnico de Turim, Itália (Polito). Bolsista dentro do acordo de dupla titulação entre a Universidade do Estado de Minas Gerais e o Politecnico di Torino com apoio da FAPEMIG. Atuou como bolsista do Projeto "Design e integração competitiva do território - Estrada Real", projeto do Centro Minas Design em parceria com o Polito. Ravi Bellardi também é atuante no desenvolvimento do projeto Estudo de Aspectos Culturais de Minas Gerais Visando à Valorização de Produtos Relacionados ao Setor Alimentício Através do Design com financiamento da FAPEMIG e apoio da UEMG. Ravi Bellardi desenvolve trabalhos tanto de caráter acadêmico, quanto de caráter de extensão com a orientação da Profa. Dra. Lia Krucken juntamente ao Centro de Teoria, Pesquisa & Cultura em Design da Escola de Design da Universidade do Estado de Minas Gerais.
Esta entrada foi publicada em Queijo, Regional, sustentabilidade com as etiquetas , , , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s